fbpx
Filtros genéricos
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt

História da BYD – A Gigante Chinesa de Veículos Elétricos de Olho no Brasil

Conheça o mais novo veículo que vem para compor a Gusttavo Lima Adiciona Rolls-Royce Cullinan de 7 Milhões à sua coleção de carros de luxo!

Sumário

Recentes especulações indicam que a BYD, uma destacada fabricante chinesa de veículos elétricos, está interessada em revitalizar uma antiga fábrica da Ford em Camaçari, Bahia, para iniciar a produção de seus carros elétricos no Brasil. Embora não haja confirmação oficial, movimentos nos bastidores sugerem uma possível incursão da BYD no mercado brasileiro, onde já importa alguns de seus modelos.

A BYD, inicialmente uma fornecedora de baterias para celulares na década de 1990, evoluiu para um conglomerado que abrange a fabricação de carros, ônibus e trens urbanos elétricos. A empresa, pouco conhecida fora da China, surpreendeu o mundo ao se tornar a maior vendedora global de veículos elétricos em 2022, superando até mesmo a renomada Tesla.

A História Fascinante da BYD:

Fundada por Wang Chuanfu em 1995, a BYD iniciou suas atividades tentando emular as baterias recarregáveis da Sony. Em 2003, a empresa adquiriu uma pequena fábrica estatal de carros, iniciando sua incursão no setor automotivo por meio da “engenharia reversa” do Toyota Corolla.

O sucesso inicial, impulsionado por cópias de baixo custo, atraiu a atenção do investidor Warren Buffett em 2008, que adquiriu 10% das ações da empresa. A BYD, desde então, passou por uma transição para veículos elétricos, inicialmente com híbridos plug-in, e hoje é uma força dominante na produção global de automóveis elétricos.

BYD Auto: Conheça a Marca em Detalhes:

A BYD Auto, uma subsidiária integral da BYD Co Ltd, foi fundada em 2003, tornando-se uma potência na fabricação de veículos elétricos, incluindo ônibus, carros elétricos e híbridos plug-in. Com sede em Xi’an, Shaanxi, China, a BYD Auto alcançou recentemente o status de maior fabricante de veículos elétricos do mundo, superando a Tesla em junho de 2022.

Atualmente, a BYD Auto possui uma extensa gama de modelos de veículos, abrangendo desde veículos elétricos a bateria (BEVs) até veículos elétricos híbridos plug-in (PHEVs). A empresa também fabricava veículos a gasolina até março de 2022. Sua presença global é marcante, com operações em várias regiões, incluindo América do Sul, América do Norte, Europa, Ásia, Oceania e África.

BYD no Brasil e a Possível Revitalização da Fábrica da Ford:

A empresa, que já importa alguns de seus modelos para o Brasil, demonstra interesse em expandir suas operações no país, considerando a possível aquisição da desativada fábrica da Ford na Bahia. Embora o cenário ainda seja incerto, esse movimento faz sentido considerando a crescente demanda por veículos elétricos no mercado brasileiro.

Diferenciais Tecnológicos e Estratégicos da BYD:

A BYD se destaca por ser uma das poucas fabricantes que verticalizam sua produção, fabricando internamente tanto as baterias quanto os semicondutores. Com uma abordagem única na composição de suas baterias, utilizando ferro e fosfato, a BYD reduz custos e enfrenta desafios de densidade de energia.

Enquanto a oferta global de semicondutores permanece limitada, a BYD está em vantagem, produzindo os próprios chips necessários para seus veículos elétricos. Esse controle total da cadeia de suprimentos confere à empresa uma posição estratégica para enfrentar os desafios do futuro.

Expansão Global e Desafios Futuros:

A BYD, agora com olhos voltados para a expansão global, planeja construir fábricas em países como Tailândia, Filipinas, Indonésia e Vietnã. Além do interesse na fábrica da Ford na Bahia, a BYD estuda a possibilidade de adquirir uma unidade na Alemanha.

Apesar de ainda não possuir a mesma reputação que outras marcas tradicionais, os chineses acreditam que o setor de veículos elétricos representará uma oportunidade única para a BYD se estabelecer como uma competidora de peso. O slogan “Build Your Dreams” pode ganhar uma leitura alternativa, sugerindo que a BYD está pronta para trazer não apenas sonhos, mas também resultados financeiros significativos.

Perspectivas de Mercado da BYD no Brasil:

A entrada da BYD no mercado brasileiro sinaliza uma revolução no setor automotivo nacional. Com o compromisso de investir US$ 600 milhões até 2025, modernizando e ampliando a fábrica em Camaçari, Bahia, a BYD pretende produzir até 300.000 carros híbridos e elétricos por ano. Esse investimento massivo não apenas impulsionará a economia local, mas também representa um marco significativo na transição do Brasil para veículos mais sustentáveis.

A expectativa gerada em torno do possível lançamento de um carro elétrico produzido em larga escala no Brasil desperta o interesse do público e da indústria automotiva. A BYD, conhecida por seus modelos inovadores e tecnologicamente avançados, pode desempenhar um papel crucial na aceleração da adoção de veículos elétricos no país.

BYD Dolphin no Brasil: Um Case de Sucesso Promissor:

Com mais de 3 mil unidades vendidas em apenas um mês desde o seu lançamento no final de junho, o BYD Dolphin alcançou um feito notável, superando todas as expectativas e estabelecendo um recorde histórico para carros elétricos no Brasil. De acordo com os dados da montadora chinesa, o Dolphin surpreendeu desde a sua estreia, atingindo 146 unidades vendidas em apenas 6 horas após a apresentação e totalizando 1254 unidades na primeira semana.

Ao completar o primeiro mês no mercado, o BYD Dolphin consolidou 3.000 pedidos, com a previsão de entrega das unidades a partir do final de agosto. Este recorde o posiciona como o carro elétrico mais vendido do Brasil no acumulado do ano, impressionando especialmente por ser o primeiro modelo baseado em uma arquitetura desenvolvida exclusivamente para veículos 100% elétricos.

O Dolphin possui dimensões compactas, com 4,12 metros de comprimento, um pouco menor que o Chevrolet Onix, e um entre eixos de 2 metros e 70, equivalente ao Toyota Corolla. O porta-malas de 345 litros é um dos diferenciais, destacando-se também pelo pacote de equipamentos e tecnologia, que inclui de série 6 airbags, volante multifuncional, acesso sem chave, botão de partida, controle de cruzeiro, ar condicionado automático, atualizações remotas, freio de estacionamento eletrônico, Auto Road e câmera 360 em HD.

Em termos de comodidade e tecnologia, o compacto elétrico oferece um aplicativo que possibilita a abertura e o travamento do carro pelo celular, programação do ar condicionado e verificação do nível da bateria. Além disso, é possível jogar videogame com o carro parado ou cantar no karaokê por comando de voz. A tecnologia NFC permite abrir o carro com um cartão, e há uma função de sistema que transforma a bateria do veículo em uma fonte de energia para equipamentos externos.

O motor elétrico no eixo dianteiro possui 94 cavalos e 18,3 kg de força por metro de torque, acelerando de 0 a 100 km/h em 10,9 segundos, com velocidade máxima de 150 km/h. O carro conta com modos de condução Eco e Sport, além do modo snowfield para pisos de baixa aderência. A recarga pode ser feita em tomada doméstica, wualbox e pode atingir de 20 a 80% em 25 minutos, dependendo da capacidade do carregador.

O BYD Dolphin está disponível por R$ 149.800, e também oferece a opção de assinatura, conforme recentemente divulgado. O serviço da Osten Go possui um modelo de pagamento mensal que inclui documentação, seguro, assistência 24 horas, serviços de manutenção preventiva, telemetria e serviço de leva e traz. Para um contrato de 12 meses, o custo é de R$ 5.100 mensais; 24 meses sai por R$ 4.840 mensais; 36 meses custa R$ 4.500, e para o plano de 48 meses, o valor é de R$ 4.185 mensais. As primeiras entregas do carro elétrico estão previstas para começar no final de agosto, e a expectativa é de um aumento significativo nos emplacamentos a partir de setembro.

Conclusão

A BYD, gigante chinesa de veículos elétricos, surge como uma força revolucionária no cenário automotivo brasileiro. Ao explorarmos sua fascinante história, desde a emulação de baterias da Sony até se tornar líder global em veículos elétricos, entendemos a magnitude de sua jornada. Com planos ambiciosos de investimento e a possível revitalização da antiga fábrica da Ford na Bahia, a BYD promete transformar não apenas a indústria, mas também o panorama da mobilidade sustentável no Brasil.

A entrada marcante no mercado brasileiro, combinada com o case de sucesso do BYD Dolphin, destaca a capacidade da empresa de inovar e superar expectativas. O recorde de vendas e a perspectiva de um carro elétrico produzido em larga escala no Brasil posicionam a BYD como uma protagonista na transição para veículos mais limpos e eficientes.

Diante de desafios e oportunidades, a BYD, guiada pelo lema “Build Your Dreams”, não apenas oferece sonhos de mobilidade sustentável, mas também se prepara para concretizar resultados financeiros significativos. O futuro promissor da BYD no Brasil reflete não apenas uma evolução na indústria, mas também um compromisso crescente com soluções de mobilidade mais limpas e eficientes.

Para saber mais sobre o Seguro Automóvel Neon Seguros clique aqui.

Cotação Seguro Automóvel
Gostou do artigo História da BYD – A Gigante Chinesa de Veículos Elétricos de Olho no Brasil Compartilhe…
Continue lendo outros artigos relacionados: