fbpx

Central de Ajuda

Perguntas Frequentes

Filtros genéricos
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt

Dúvidas frequentes

Temos diversos artigos nas categorias listadas abaixo.

document.addEventListener('DOMContentLoaded', function () { const currentUrl = window.location.href; const categories = [ { id: 'e-n-accordion-item-1910', url: 'automovel-central-de-ajuda' }, { id: 'e-n-accordion-item-1911', url: 'residencial-central-de-ajuda' }, { id: 'e-n-accordion-item-1912', url: 'empresarial-central-de-ajuda' }, { id: 'e-n-accordion-item-1913', url: 'vida-central-de-ajuda' }, { id: 'e-n-accordion-item-1914', url: 'celular-central-de-ajuda' }, { id: 'e-n-accordion-item-1915', url: 'rc-profissional-central-de-ajuda' } ]; categories.forEach(category => { if (currentUrl.includes(category.url)) { const accordionItem = document.getElementById(category.id); if (accordionItem) { accordionItem.setAttribute('open', 'open'); } } }); });
Central de AjudaAutomóvelSinistroDiferença entre perda total e perda parcial

Diferença entre perda total e perda parcial

No contexto do seguro automóvel, é importante entender a diferença entre perda total e perda parcial. Esses são dois conceitos distintos que se referem ao grau de danos sofridos por um veículo em um sinistro e têm implicações diferentes no processo de indenização.

A perda total ocorre quando os danos sofridos pelo veículo são tão significativos que o custo de reparo excede um determinado percentual do valor do veículo, geralmente em torno de 75%. Nesse caso, a seguradora considera que a recuperação do veículo não é viável economicamente e opta por indenizar o segurado com base nas condições da apólice.

Já a perda parcial refere-se a danos menos graves, em que o custo de reparo é inferior ao percentual estabelecido para a perda total. Nesses casos, a seguradora assume a responsabilidade de cobrir os custos dos reparos, após a aplicação da franquia estabelecida na apólice.

A classificação de um sinistro como perda total ou perda parcial é baseada em uma avaliação cuidadosa dos danos sofridos pelo veículo. Diversos critérios são considerados para determinar o valor dos danos e a classificação adequada, como:

  1. Valor de mercado do veículo – O valor do veículo no mercado é um fator importante na determinação da perda total. Se os custos de reparo excederem um determinado percentual desse valor, a seguradora pode considerar o veículo como perda total.
  2. Percentual de reparo – O percentual de reparo estabelecido pela seguradora é um indicador-chave para determinar se o veículo se enquadra na perda total ou perda parcial. Esse percentual pode variar entre as seguradoras, mas geralmente está em torno de 75%.
  3. Avaliação dos danos – Peritos da seguradora realizam uma análise detalhada dos danos sofridos pelo veículo, levando em consideração fatores como a extensão dos danos estruturais, mecânicos e elétricos. Essa avaliação é feita por profissionais qualificados, que consideram a viabilidade técnica e econômica dos reparos.
  4. Disponibilidade de peças de reposição – A disponibilidade de peças de reposição originais ou compatíveis também pode influenciar na classificação do sinistro. Se as peças necessárias para os reparos forem difíceis de encontrar ou tiverem um custo elevado, isso pode aumentar a probabilidade de o veículo ser considerado perda total.

É importante ressaltar que as seguradoras têm suas próprias políticas e critérios para classificar um sinistro como perda total ou perda parcial. Portanto, é fundamental conhecer as especificidades da apólice e as condições da seguradora com a qual você possui contrato para entender como essas classificações são determinadas.

Outras dúvidas que podem ser úteis:

Franquia

A cobertura de roubo e furto no seguro automóvel geralmente não possui a aplicação de franquia. A franquia é uma quantia fixa estabelecida na apólice de seguro que o segurado deve arcar em caso de sinistro, antes que a seguradora cubra os prejuízos.

Leia mais »

Oficinas e Benefícios da Cobertura de Colisão

Quando você adquire uma cobertura de colisão como parte do seu seguro automóvel, é importante compreender como funcionam as opções de oficinas e os benefícios associados. Aqui, vamos explorar os aspectos relacionados a oficinas e como elas estão conectadas à sua cobertura de colisão.

Leia mais »